terça-feira, julho 27, 2021
Home Destaque Especialista ...

Especialista alerta sobre a importância da fiscalização das construções

Egresso da  Uniube Uberlândia atua no mercado de trabalho como engenheiro responsável e gestor de obras

Para garantir a segurança de uma obra, é fundamental a contratação de um engenheiro responsável, que gerencie a construção física e desempenhe um papel significativo na transformação do desenvolvimento proposto. De acordo com o engenheiro civil e ex-aluno da Uniube Uberlândia, André Medeiros, o engenheiro de obras tem como principal função fazer com que o trabalho aconteça conforme o planejado, ou seja, materializar o projeto inicial. É o profissional que organiza as atividades diárias da obra e dos trabalhadores, cumprindo as normas e instruções e buscando garantir a otimização dos custos, qualidade e segurança.

O CREA é o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia, órgão presente em todos os estados da federação e responsável por fiscalizar, orientar e verificar, no âmbito regional, o exercício das profissões da área tecnológica.  Tudo é acompanhado de perto para garantir o cumprimento do que foi previsto no projeto desde a planta. “A fiscalização do CREA é muito importante para os profissionais porque assegura que no mercado de trabalho só vão atuar profissionais habilitados e competentes. Para o cliente, é uma segurança porque todos os projetos e etapas da obra são inspecionados, garantindo a solidez do empreendimento”, diz Medeiros.

Ainda segundo o ex-aluno, “o engenheiro responsável técnico da obra deve emitir uma Anotação de Responsabilidade Técnica (ART), comprovando a própria responsabilidade técnica do empreendimento. O CREA tem por objetivo garantir que todos os empreendimentos possuam responsáveis técnicos, autuando obras e empresas que estejam fazendo exercício ilegal da profissão, sendo assim garantindo à sociedade serviços de qualidade”, informa Medeiros. A fiscalização do CREA é feita rotineiramente e aleatoriamente, sem prévio agendamento, e solicita toda a documentação referente às diversas disciplinas que compõem um empreendimento. Em caso de problemas, o responsável técnico é quem responde pela construção. As multas aplicadas podem chegar a R$ 7 mil.

Para o  diretor do curso de Engenharia Civil da  Uniube Uberlândia, Carlos Barreiro, que por seis anos atuou como conselheiro do CREA, a grande maioria das denúncias de insatisfação feitas ao  Conselho se dão porque o responsável pela elaboração do projeto, obra ou construção não tem atribuições junto ao CREA. “Essa situação é bem grave e o  CREA existe para defender a sociedade e o exercício da profissão”, explica Barreiro.

Um procedimento simples para quem vai iniciar a contratação de profissionais para  um projeto ou uma obra é  consultar no  site do CREA se o profissional está registrado e tem atribuições para o tipo de obra que será feita, informa o professor. E lembra que a Engenharia Civil tem um leque de atribuições dentro do próprio curso, abrindo muitas oportunidades  aos egressos, como a construção civil,  transportes, estradas e aeroportos, saneamento, meio ambiente, pois nem sempre um profissional, mesmo formado, está habilitado a atender em todas as áreas.

Na  Uniube, o currículo de Engenharia Civil contempla todas as atribuições, com conteúdos, habilidades e competências que se traduzem na vida profissional. O egresso André Medeiros  conta como a formação que teve na  Uniube contribuiu para este cargo. “Minha experiência na universidade foi muito boa, tive a oportunidade de ter excelentes professores que contribuíram bastante na jornada. Trabalhei na própria universidade como meu primeiro emprego, pois entrei aos 16 anos na área de recursos instrucionais e depois tive a oportunidade de iniciar o curso de Engenharia Civil. Consegui iniciar estágio ainda no 5º período em uma obra residencial, onde pude aprender bastante. Ao finalizar a obra, comecei novo estágio na empresa em que atuo até o momento. Tive a oportunidade de me desenvolver na ZP Empreendimentos passando de estagiário, auxiliar, engenheiro de obras e hoje ocupo o cargo de gestor de obras”.

Cristiane Guimarãeshttps://naoperdenao.com/
Cristiane Guimarães é Comunicadora Social com habilitação em jornalismo e atua há mais de 20 anos no mercado. Apaixonada pela profissão é colunista social, produtora e assessora de imprensa. O blog é uma junção de tudo que ama e que acha válido de ser compartilhado. Seja bem-vindo a esta página que festeja a sua presença! Entre em Contato: [email protected]

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment -
  • Android e muito mais

Postagens Populares

Comentários Recentes